quarta-feira, 27 de março de 2013

Repartições públicas terão ponto facultativo em Natal

Em razão do feriado da Semana Santa da próxima sexta-feira (29), o Governo do Estado e a Prefeitura de Natal decretaram ponto facultativo nas repartições públicas, nesta quinta-feira, 28. No caso da Prefeitura de Natal,  o decreto do ponto facultativo foi publicado no Diário Oficial do Município do último sábado (23). No documento, há a consideração de que no referido dia se celebra a “Quinta-feira Santa” e, na sexta-feira, o feriado nacional em decorrência da “Sexta-feira da Paixão de Cristo”, além do que a maior parte dos órgãos da Administração municipal adota expediente de seis horas corridas. O ponto facultativo vale para órgãos da administração direta e indireta.
DivulgaçãoPelo menos, 30 paróquias de Natal vão realizar celebrações litúrgicas até o domingo da PáscoaPelo menos, 30 paróquias de Natal vão realizar celebrações litúrgicas até o domingo da Páscoa

No mesmo dia, foi publicado decreto fixando ponto facultativo para os servidores do governo estadual, incluindo as Centrais do Cidadão. Já Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) anunciou que o comércio da cidade irá funcionar de forma diferenciada na sexta-feira. No bairro do Alecrim e na Zona Norte, por exemplo, as lojas estarão fechadas. No centro da cidade, a maioria das lojas vão fechar, mas grandes magazines abrem em horários diferentes, como as Lojas Americanas e Riachuelo, entre 9h e 15h.

Já nos shoppings centers, os horários também vão variar. No Midway Mall, a praça de alimentação ficará aberta das 12 às 22h e as lojas a partir das 13h até às 21h. No Natal Shopping, a praça de alimentação vai ficar disponível para o público entre 11h e 21h e as lojas e quiosques só abrirão a partir das 15h e vão até às 21h. Quem também vai abrir as lojas às 15h e fechar às 21h serão o Norte Shopping e o Praia Shopping. O primeiro abrirá sua praça de alimentação entre 11h30 e 22h; o outro, a partir das 11h.

Por fim, o shopping Cidade Jardim abrirá sua praça de alimentação, na sexta-feira, a partir das 11h. As lojas e quiosques abrirão às 14h e serão fechadas às 20h. O único shopping que ficará totalmente fechado na sexta-feira será o Via Direta. As grandes redes de supermercados funcionarão, normalmente,  na sexta-feira, das 8h às 22h. Os bancos funcionam até a amanhã e permanecerão fechados durante o feriado da sexta-feira santa.

Missas

Na parte religiosa da Semana Santa, a Arquidiocese de Natal divulgou que 30 paróquias espalhadas pela cidade realizam celebrações litúrgicas. Amanhã, 28, está programada a missa de Lava-pés e, na sexta-feira, a missa da Paixão do Senhor. A maior das celebrações acontece catedral Metropolitana, na Cidade Alta.

Pescado nos bairros a baixo custo

Cerca de 200 toneladas de peixe foram colocadas à venda durante a Semana Santa pela Empresa de Fomento, Segurança Alimentar e Nutricional (Alimentar), vinculada a Prefeitura do Natal. Além do pescado, estão sendo comercializadas verduras e legumes orgânicos em um ponto fixo e em caminhões volantes em vários bairros da cidade, com a finalidade de oferecer produtos a preços acessíveis à população.

A feira do peixe e da verdura e legumes orgânicos começou na útliam terça-feira (26) e se estende até amanhã (28), na esquina da avenida Jaguarari com a Capitão-Mor Gouveia, no bairro Lagoa Nova, no horário das 7 às 14h.  Hoje (27),  o caminhão se desloca para a rótula existente depois da Ponte Newton Navarro, na Redinha; e na quinta-feira (28), vai para a rua Paraíba, na Cidade da Esperança, próximo à Delegacia de Polícia. O peixe está sendo vendido a R$ 8,00, o quilo do atum, e a R$ 5,00, o do bonito, cavalinha e avoador.

Segundo o diretor Administrativo-Financeiro da Alimentar, Valdir Trindade, o objetivo da ação é não só oferecer produto de qualidade a preço abaixo do praticado pelo mercado, mais também fomentar a agricultura familiar, na medida em que as verduras e legumes serão comercializados diretamente ao consumidor, pelo produtor sediado nos bairros mais afastados da cidade e na Grande Natal.

Valdir Trindade explica que a Alimentar planeja dar continuidade a essa ação, após a Semana Santa. A idéia é fazer esse trabalho de segunda à sexta-feira em cada bairro da capital, agregando outros produtos de primeira necessidade, e a preços acessíveis, envolvendo principalmente produtores do Programa de Agricultura familiar.

Da Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário